NATÁLIA ALBERTONI

Jornalista, meio camaleão, Natália escreve sobre cultura e constrói cenas experimentadas ou imaginárias com letras, papel, tesoura e cola. As histórias curtas, que resultam em algo como contos materializados em imagem e texto, partem sempre da palavra: um poema, uma canção, o trecho de um livro ou uma frase roubada.

There are no products in this view.